Ilusão do desejo

31/03/2010 at 10:19 (Uncategorized)

Frases quentes, cheias de tesão.

É tudo o que ouço, é tudo o que leio.

Me arregaça na vontade.

Tremo a alma de tanto gozo.

Suga-me até o rim.


Então esfrio.

Tudo não passa de um sonho,

do teu sonho.

Não me coma com palavras.

Me coma.


Link permanente 1 Comentário

.

31/03/2010 at 01:23 (Uncategorized)

Link permanente Deixe um comentário

.Rodopiar.

29/03/2010 at 23:49 (Uncategorized)

Gemo para um garoto desconhecido

e minha boca dura de censura

boceja de tanto esperar.


Quem diria que o azar estaria no meu cangote,

justo na noite onde tudo pode.

Afinal,

quem mandou pegar o primeiro que viu

pra fazer um “saravá”!


Só falta eu ter de pagar

por um quartinho chinelo

do motel mais perto

e ele nem me fazer gozar.


E olha que ele me pareceu bem apessoado.

Bom ator ele é, isso é fato.

Eu que fui e sou burra

e sempre no fim da noite preciso de alguma ajuda.


Garoto ingrato

mal arregaça minhas pernas

e já terminou o que achei ser um ensaio.

Veste as calças, mal olha pra trás e deixa a porta aberta.


A única dúvida é se dou uma trégua,

ou não desanimo e volto pro bar.

Se for, dançarei como uma louca

e ainda arranjo um macho que me faça gritar.

Link permanente Deixe um comentário

Me bate, baby.

29/03/2010 at 23:14 (Uncategorized)

Hoje presenciei uma polêmica discussão sobre os tapas durante o sexo.

Gosto de ver as mulheres com cara de devassas dizendo que não gostam de nada disso.  Engana-me, tente me enganar, e te dou um tapa no final.

Será tão vergonhoso assim dizer que já levou um tapa? Ou até mesmo que bateu?

“Não gosto de melancia, nunca comi.”

Leva um tapinha, conversamos depois…


Havia uma mulher crente, ia todos os domingos na igreja.. ela era noiva, cheia de não me toque.

Essa mulher tinha um amante, na hora do sexo implorava por palavras chulas e tapas onde forem, como forem. As vezes gostava de ser amarrada, as vezes aparecia com os fetiches mais loucos.

Dizem que é fato, eu acredito.

Link permanente Deixe um comentário

Karnak.

02/03/2010 at 21:41 (Uncategorized)

Ouvi dizer que um ator famoso foi no Templo de Karnak quando era novo, e, após passar um tempo com os olhos vidrados nos desenhos de orgia egípcios, foi até uma das salas do Templo e se masturbou.

Link permanente Deixe um comentário